Adaptação do bolo de cenoura da D. Rosa

Este último fim de semana foi festivo para minha família, pois comemoramos o aniversário de minha mãe.
Desde pequena, em todas as comemorações, ela é quem prepara tudo, sempre com o maior capricho e cuidado, mas, com certeza, o que mais recebe elogios são seus doces e bolos, dotes herdados de minha avô que, mesmo sendo diabética, tinha seus doces conhecidos por toda a cidade natal de mamãe.
Eu, desde pequena observando, e apreciando tudo que ela preparava, herdei também um jeitinho para cozinhar. Sou um tanto preguiçosa, admito, mas gosto de ir para a cozinha ocasionalmente, e principalmente, em momentos especiais como este.
Queríamos fazer uma surpresa para ela, então combinei com minha cunhada dela fazer os quiches e eu os bolos, e minha irmã compraria os pães e pastas.
Pois bem, fui eu consultar, o já comentado por aqui, livro do restaurante Celeiro e resolvi experimentar duas novas receitas, o do tradicionalíssimo bolo de cenoura da D. Rosa, e o de damasco. Faltavam alguns ingredientes para o de cenoura, o açúcar mascavo e a farinha integral, e eu estava com beterraba sobrando, então resolvi adicionar a beterraba e substituir os ingredientes que faltavam pelo açúcar e farinha refinados.
Ah! Também incluí granola, pois achei que combinaria. Tiro e queda! A receita foi um sucesso, todos amaram! A massa ficou super leve e a beterraba e a granola deram um toque super especial.
Resolvi, então, dividir com vocês a receita original, e quem quiser experimente com minhas adaptações,ok?

Foto tirada pelo marido
Bolo de cenoura
Ingredientes:
1 xícara de óleo vegetal
1 xícara de açúcar mascavo
1/2 xícara de açúcar branco
4 ovos
1 xícara de farinha de trigo branca
1 xícara de farinha integral
2 colheres de chá de fermento químico em pó
1 colher de chá de sal marinho
1 colher de chá de canela e pó
1/2 colher de chá de noz-moscada em pó
1/2 xícara de nozes picadas e levemente tostadas (reserve algumas)
3 xícaras de cenoura ralada fina(350g) - aqui dividi metade de beterrada, metade cenoura

16 forminhas untadas com manteiga e com farinha de rosca polvilhada. (aqui incluí a granola)

Modo de fazer:
Acenda o forno  e mantenha-o a 180oC.
Numa batedeira, bata o óleo com os açúcares por 3 minutos, ou até obter uma mistura cremosa. Junte os ovos e bata por mais 1 minuto.
Misture os ingredientes secos com as nozes separadamente e junte à primeira mistura, mexendo bem com uma colher de plástico, até obter uma massa lisa e uniforme. Adicione a cenoura e mexa, também com uma colher de plástico, até que ela se distribua homogeneamente.
Coloque a massa nas forminhas preparadas, enfeite com as nozes reservadas e asse no forno por aproximadamente 20 minutos, ou até que, ao espetar um palito no centro, ele saia seco.
Depois de assados deixe os bolinhos nas forminhas por 10 minutos, e desenforme-os sobre uma grade, para terminarem de esfriar.
Dura 3 dias fora da geladeira ou 1 semana na geladeira.

Sophia, minha filha, além de participar do preparo, fez o teste de qualidade e super aprovou!
Ela anda empolgadíssima na cozinha. Desde que a chamei para me ajudar a fazer cupcakes recheados de nutella, que já andei falando por aqui também, ela está se achando a "chef". Precisam ver as poses! E não é que ela faz direitinho? Não é coisa de mãe babona, não, posso comprovar, vejam as fotos que tirei dela na primeira experiência:

para ampliar, clique na imagem

Não parece uma exímia boleira? De deixar qualquer mãe coruja, né?
Fico do lado dela o tempo todo, e vou orientando em cada etapa. É uma experiência maravilhosa, para ambos os lados. Recomendo.
Até!

17 Deixe aqui seu comentário:

Katia Bonfadini disse...

Fabi, esse bolo tá com uma cara tão boa que eu acho que vou me aventurar a experimentar a receita!!!! Minha bisavó fazia um bolo de cenoura delicioso com cobertura de chocolate... hum, boas recordações! E a Sofia está fofíssima nas fotos menores, preparando seu bolinho!!!! Beijão!

Verônica Cobas disse...

Fabi,

Bolo de cenoura está na lista dos meus top ten. Mas qualquer bolo feito por minha mãe já por si só me impede qualquer julgamento imparcial. É o melhor sempre! Gosto de tudo o que ela faz e sua torta de limão é a melhor que eu, toda a família e mais os amigos que lá já passaram e experimentaram.
Depois dessa verdadeira cena de amor explícito e de julgamento parcial, queria te dizer que ao ler seu comentário no meu post de sexta fiquei pensando sobre a imagem que construímos. E não!!!! Não vai aqui nenhuma crítica, muito ao contrário. Adorei você ter dito que uma mulher séria, profissional também se enleva e apaixona quando fala dos filhos. Sou isso também. Mas é que, na verdade, me enlevo,apaixono e fico bobinha diante de um monte de coisas. E sou divertida também em boa parte deles. Não me incomoda a interpretação sobre minha seriedade profissional porque ela me é cara mesmo. Tenho um lado bem executiva também. Mas adoro quando sou capaz de me revelar pela face mais desencanada, bem humorada, brincalhona e também por isso sedutora. Um dia a gente vai se conhecer para que você também possa conferir.
No mais, adoro os seus comentários. beijosss. Vê

Fabiana Correia disse...

Oi Fabi, fiquei feliz em vê-la lá no blog, e ver seu nome na listinha dos sorteios. Obrigada!

Nossa, vc tem coragem viu? Não gosto muito de fazer adaptações em receitas, sempre acho que não vai ficar bom, mas parece que vc acerta mesmo né?

Ficou apetitoso o bolo, o sabor, é muito forte? Nunca comi nada doce com beterraba, rs.

Adorei a foto da Sophia de chef, criança adora cozinha né? A minha filha mais nova sempre me ajuda em tudo na cozinha, ela adora mexer em tudo, rs.

Tá gostoso seu cantinho viu? Bjs

Ana Carolina Peixoto disse...

Fabi, deve ter ficado uma delícia! Mas vou confessar que a Sophia na cozinha... Que linda! De avental e tudo! Eu quero comprar um para Malu. Aonde achou? Tô doida para Malu crescer mais um pouquinho para a gente fazer bagunça na cozinha. O que a maternidade está fazendo comigo, não?
Bjs e boa semana,
Carol

Fla disse...

Fabi, bolo de cenoura é o meu predileto, mas é o único que não consigo fazer...rs, ou melhor, é a única receita que todas as vezes que eu fiz não deram certo...rs.

E sua filha tá linda na cozinha. Quem sabe realmente não está surgindo uma chef hein? Rs..
Beijão,
Fla

Leticia disse...

Gente! Eu amooooo bolo de cenoura! De côco, de laranja, de tudo! Sou uma formiga.
Vou tentar fazer! E parabéns para a mamis... a minha fez aniversário ontem!
Beijinhos,

Priscila disse...

Oi, Fabi!
Também gosto de ir pra cozinha de vez em quando, mas não me atrevo a adaptar receitas, como você, porque sempre me dou mal. Há uns meses aprendi a fazer bolo decorado e cupcake e sempre que resolvo fazer pra alguma ocasião especial, coloco o Gui na cozinha comigo e ele se diverte.
Bjs.

Rosi disse...

Sophia já é uma chef de cozinha?!
Segura essa garotinha, Fabi.

Na cozinha não me atrevo muito, gosto de receitas práticas para o dia-a-dia, o que não inclui doces, pois é, não sou amante deles. Agora tô ensinando o mardião a cozinhar, coisas simples como arrox, estrogonofe de frango, essas coisas. Me divirto horrores com ele.
Ah, somo piores que galinha, lá em casa só dá frango e milho, rsssss
Um beijo

Rosi disse...

Eita, que tô correndo logo cedo e digitando tudo errado, sorry.

Uma Mulher de Fases disse...

Oi Fabi,

A-M-O bolo de cenoura, de verdade!
Mas não levo jeito, acho que o problema sou eu mesmo, já quis colocar a culpa no forno...rs.
O Bolo por mais que cresça assim que eu tiro do forno, murcha e fica solado, um horror...
Meu marido é muito fã de bolo de cenoura..., então eu preciso aprender a fazer isso dar certo rs!
Lindas as fotos da sua bebê na cozinha.
Beijos!

Ana Carolina Peixoto disse...

Fabi, uma amiga me falou que deve-se evitar a natação no inverno quando a criança é alérgica. Vc sabe sobre isso? Não vejo a hora de colocar essas meninas juntas de novo na piscina!
Bjs,
carol

Anônimo disse...

Amiga, pode falar pra Sophia que a receita dela está testada e aprovada!! Realmente, a foto dela ficou muito linda!

Não tem como ela não ter os dotes culinários com uma mãe e uma avó tão prendadas!!

Falando nisso, quando será o próximo almoço na sua casa? :)

Beijinhos,
Monique

Lucia Laureano disse...

Adorei a receita, deu até vontade de ir para a cozinha, mas agora só na minha proxima licença!

beijos,

Fabiana Correia disse...

Fabi,vim aqui te paabenizar pelo texto lindo e gracioso que acabei de ler no Bicha Fêmea. Já conhecia um pouquinho da tua história, mas não conhecia das suas "raízes".
Muito bom, além do que acho que todas as mães ensinam as mesmas coisas né? E morar em interior, crescer é bom demais!

Não acredito que faz uns 2 meses que tu tem blog! Parece bem mais, fora o charme que vc dá ao seu cantinho, tudo de bom e de especial.

Bom, resumindo, adorei a tua história, o jeito que contou, o sentimento que conseguiu produzir em palavras, me fez ficar mais tua fã. Muito sucesso para vc!!!

Bjs!

Nana disse...

Hum, eu sou apaixonada por esse bolo incrivel que ainda não publiquei no Manga hahahaha
Eu vou visitar mais o seu blog, vou linkar lá :)
Bjss

Santinha disse...

Oi Fabi

Ufa, três pós graduações, 10 anos em uma área... filho nascendo a vida tomando rumos inesperados e abrindo novas possibilidade. Eta coisa boa.
Webdesigner - O design gráfico me atrai muito, e adoro Photoshop,mas não consegui absorver tanta informçaõ... Me blog é bem mixo perto do seu ou o da Lidi...Com esses conhecimnetos somados e mais o talento, criar convites e lembrancinhas é mais do que um bom começo. Com a sua experiencia e bom gosto o negocio tem tudo para dar certo.
Na blogsfera, podemos e devemos mesmo dividimos conhecimentos, conhecer pessoas, abrir nosso horizontes e de quebra abrir nosso coração para tudo que é bom.
Mademousele Chanel ficava super feliz quando via suas criações sendo copiados e vendidos a preços populares no meio da rua...Dizia: “ O que é belo e bom tem mais é que ser copiado...A maior prteção que podemos ter, é sempre a certeza de que enaqunto ous outros nos copiam, estamos lá na frente criando “novidades” não é mesmo?
Nossos trabalhos e blogs estão a cada dia se viabilizando mais e mais pelo avanço das tecnologias de informação e telecomunicação. Pessoas instaladas em suas residências, criativas, cheias de idéias dispondo de equipamentos de informática, e bons conhecimentos podem tornar sua “nova” atividade numa fonte de renda bem legal, realizando por conta própria a produção de bens e serviços diretamente para o consumidor que está cansado de comprar produtos made in China.
Aprimorarmos nosso trabalho e continuarmos a dividir, a dividir e a dividir o que aprendemos. Como vc. Bem disse? “O sucesso e realização virão como resultado com certeza!”
Fabi, adorei conhecer você e como sempre digo a Lidiane tem olhos de Lidice ou sera de Lidi mesmo?
Já tinha visto a Bicha Convidada da Semana, but estou muito confusa com a obra aqui em casa e mal tenho conseguido colocar minhas visitas queridas em dia.
Bjk sucesso e prazer enorme em conhecer mais uma Bicha Arretada!
O bolo dispensa comentário (estou tentando emagrecer,,,não pude olha muito pra ele não.
bom fim de semana e obrigada pela visita.

Stella Tavares disse...

Adorei a adaptação da receita e vou experimentar. Tantas interessantes favas a contar. Vou voltar com calma para contá-las uma a uma.
Parabéns pelo blog! Adorei!!!